Em decorrência da pandemia da Covid-19, o consumo de internet no país dobrou graças à quantidade de horas que os brasileiros passam em redes sociais, aplicativos e em home office.

O uso de internet está ligado intimamente com a vida profissional e pessoal dos brasileiros. E com a pandemia de Covid-19, o tempo passado nas redes aumentou devido à necessidade de ficar em casa para se proteger da contaminação com o vírus.

A internet foi uma grande aliada de todos nesse período. Afinal, hoje é praticamente possível fazer de tudo no ambiente digital. Com a limitação da mobilidade, os brasileiros passaram a fazer compras, se divertir, trabalhar e até fazer consultas médicas por meio da internet. Obviamente, isso levaria a um aumento do consumo.

No Brasil, segundo um levantamento da Amdocs para a América Latina, o número de horas de uso de internet para trabalhar de casa costumava ser de 3h41m. Esse número mudou para uma média de 6h44m por dia. Isso aponta um aumento do uso de internet de três horas, por causa da pandemia.

Aumento do consumo de internet X Segurança

Com o aumento do uso de internet no Brasil em decorrência da pandemia, foi necessário que os provedores adotassem novas estratégias de infraestrutura para garantir que a demanda fosse coberta de maneira adequada.

Além disso, alguns mal-intencionados utilizam a internet para aplicar golpes. E esse número também aumentou com a pandemia. Sendo assim, os provedores tiveram que investir mais em ferramentas de segurança para que seus clientes pudessem utilizar a internet sem medo.

Além disso, ao longo da pandemia, os usuários de internet se tornaram ainda mais exigentes quanto à velocidade, estabilidade de conexão e cobertura de Wi-Fi. Afinal, grande parte do que se fazia nas ruas, como compras, por exemplo, passou a ser feito por meio da internet durante a pandemia. Assim, os provedores de internet precisavam entregar o seu melhor para a satisfação do cliente.

A grande mudança para os provedores foi que o grande consumo saiu das áreas comerciais para ir para as áreas residenciais. A maior preocupação do brasileiro com a internet no período foi com a desconexão do serviço (50%), com a perda de informações (28%) e com ataques cibernéticos (19%).

Estas demandas eram um grande desafio para os provedores de internet. No entanto, tornaram-se uma ótima oportunidade para eles se diferenciarem perante a concorrência. Está havendo um aumento dos IPS, que estão conseguindo chegar de maneira mais rápida onde as operadoras não conseguem e com preços competitivos.

Além disso, tudo isso tem demonstrado a necessidade da democratização da banda larga de qualidade a todos os lugares do país. Com o mundo em constante evolução, é necessário que as empresas se preparem para acompanhar o ritmo e entrar na onda da digitalização.

A GH Wesco tem diversas soluções para sua empresa. Somos uma distribuidora de produtos de telecomunicação, cabeamento estruturado, data center, alarmes, CFTV, controle de acesso e alarmes de intrusão e de detecção de incêndio. Entre em contato com nossos especialistas.