Optar pelo melhor serviço e reconhecer os equipamentos mais adequados é essencial  para garantir a segurança da sua empresa na hora da escolha do sistema de alarme de intrusão. 

Sabemos que a garantia de segurança hoje é uma das principais preocupações,  principalmente nas grandes cidades. O sistema de alarme de intrusão é a base para ter essa  segurança com prevenção, reação, rapidez, praticidade e com uma solução eficaz com  segurança passiva.  

Neste post conheça mais sobre os tipos de sistema de detecção de intrusão, e as possibilidades dessa solução. Além disso confira os benefícios que ela pode trazer para sua  empresa, tendo como finalidade, prevenir o proprietário e principalmente a central de  monitoramento sobre qualquer tipo de violação em sua zona de proteção.  

De uma maneira geral o sistema de detecção de intrusão é composto por:  Central de Alarme 

Quando se fala em central de alarme, se pensa logo em sirene disparando. Afinal  estamos acostumados com alarmes em carro, em bancos, e em vários outros lugares. No caso  da central ela funciona com sensores distintos, sendo cada um instalado em pontos diferentes. 

Uma dica é escolher sensores que não precisam de fios, pois reduz o custo de  implantação. Dessa forma a comunicação é feita por radiofrequência, aumentando assim a  segurança.  

A central de alarme detecta presença humana por meio dos sensores, destinando então  mensagem aos responsáveis. A detecção de presença humana também pode ser feita por meio  de leitura de calor corporal, e com as inovações mais modernas do mercado, a possibilidade de  acontecer um disparo acidental é bem menor.  

Sensores 

Existem diferentes tipos de tecnologias nos sensores de intrusão, a escolha do produto  dependerá das características de cada local e das suas preferências. O sensor de infravermelho  passivo são os mais utilizados, pois é mais difícil de localizar no ambiente por conta do seu  tamanho e descrição, além de detectar o calor e movimento nas áreas de alcance, criando uma  grade de proteção.  

Já o sensor de infravermelho ativo, ao invés de monitorar e identificar o calor, o próprio  sensor emite um sinal de energia (geralmente um feixe de luz) para detectar uma mudança criada  pela presença ou movimento do alvo. Caso alguém “corte” esse feixe de luz, é enviado uma  notificação para a central.  

Já o sensor magnético mede a resistência elétrica em função do campo magnético aplicado ao ambiente. Normalmente a primeira parte do mecanismo é colocada na estrutura e a  segunda é colocada na parte móvel do ponto de acesso. Quando o ponto de acesso é aberto, o  sinal magnético é interrompido e então emitido um alarme.  

Dispositivos periféricos  

São equipamentos que auxiliam o sistema de proteção de ambientes, como sirenes,  módulos, para envio de dados à central pela internet, entre outros. 

Benefícios do sistema de detecção de intrusão.  

Reação (emite alertas no exato momento em que a invasão acontece);

Rapidez (todos os módulos ficam em contato direto com a central de  monitoramento); 

Praticidade (O sistema é integrado a um aplicativo, o qual o proprietário pode  conferir informações em tempo real remotamente.  

Agora você já sabe como escolher o melhor sistema de alarme de intrusão para sua  empresa, para ter uma segurança rápida, prática e funcional.  

A GH Wesco tem parceria com as maiores empresas de equipamentos de alarme de  intrusão do mercado. Aqui você encontra centrais de alarme, sensores, sirenes e muito mais.  

Esperamos ter ajudado a ter uma solução para um sistema de alarme mais completo  para sua empresa. 

Caso ainda tenha dúvidas, ou precise de soluções, entre em contato conosco.